Recent Visitors

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Bengala/Bastão/Tahtib/Raks al Assaya!!

Bengala / Bastão / Tahtib / Raks Al Assaya
O Tahtib é uma dança beduína do Sul do Egito, originária dos nômades do deserto, que tangiam rebanhos com bengalas ou bastões. Inicialmente, a dança com este instrumento era exclusividade dos homens. É dançada com um cajado nas mãos, conhecido como shoumas, e este serve para fazer "acrobacias", que é o ponto forte da dança, representando uma espécie de luta, onde os homens atacam ou defendem-se de golpes imaginários. Com o tempo, as mulheres fizeram uma adaptação desta dança masculina (Tahtib) e então surgiu a, dança da bengala ou bastão (versão exclusivamente feminina desta dança). A Raks El Assaya foi introduzida nos grandes espetáculos de Dança do Ventre pelo coreógrafo Mahmoud Redá, Fifi Abdo teria sido a primeira grande dançarina a apresentar performances com a bengala. Porém ela se apresentava com roupas masculinas. O traje para esta dança deve ser folclórico. Os vestidos são os mais utilizados. Podem ser justos ou mais folgados, preferencialmente com aberturas laterais. Usam-se também lenços de medalhas nos quadris e enfeites na cabeça. As mulheres manejam a bengala (ou bastão) demonstrando suas habilidades com o objeto, usando-o também como uma "moldura" para mostrar o corpo durante a execução de seus movimentos. É dançada em um ritmo chamado Saidi e os movimentos são graciosos, delicados e firmes. Nessa dança mostra-se a destreza da dançarina, o equilíbrio e o charme.

Nenhum comentário:

Postar um comentário