Recent Visitors

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Luana na X feira cultural árabe, terceira colocada! Parabéns Lú!!! bjos.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Aulas com Luana Al-Hafiz na academia K1 Fitness!!!


Só para lembrar tem aulas também nas quartas de manhã às nove horas!!!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

1º Festival de Bailarinos Árabes - informações!!

VEM AÍ!*

TITÃS

1º Festival de Bailarinos Árabes!

DIA 06 DE AGOSTO DE 2011.

Teatro Adamastor Centro.

Avenida Monteiro Lobato, 734 Guarulhos-SP.

UM GRANDE ESPETÁCULO SOMENTE COM HOMENS NO PALCO!

*Com grandes nomes da Dança Árabe Masculina de todo o Brasil!

AGUARDEM!!!

APOIO:

TITÃS CIA DE DANÇA E ARTE DE ALI KHALIH.

REVISTA SHIMMIE.

JOB COMPANY.

GUIA ALIF.

ADELITA CHOHFI.

EQUIPEUM.

ATELIER SIMONE GALASSI.

GUIA ALIF.

*Maiores informações: alikhalih@hotmail.com
Tel: (11) 2382-1517.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Minha primeira roupa de dança do ventre!


Esta foi minha primeira roupa de dança do ventre, até hoje sou apaixonada por ela mesmo sendo simples, fiquei muito triste com comentários de que minha roupinha parecia de carnaval, mas agora nem me importo mais pois a felicidade de comprá-la na época foi demais!!
Ela é da Odalisca Costumes.

Diani Mirtis Bianchi. 

O Ventre e sua face terapêutica.

“O ventre marca com suas ondulações a cadência feminina na dança e na vida”

Para muitas cultura o ventre feminino volumoso tem sido considerado o símbolo por excelência da feminilidade e da vida. Tem se comparado com a beleza da lua no céu e até se dizia que “uma mulher sem ventre é como uma noite sem estrelas”.
Nos dias de hoje um ventre feminino volumoso é motivo da maior vergonha . Nossa sociedade coloca como padrão de beleza feminina um ventre plano como um tábua, para a mulher moderna, não importam os sacrifícios físicos,nem financeiros, nem psicológicos que ela tenha que fazer para conseguir esconder a sua barriga,porque se não o consegue se pode ver afundada na mais profunda frustração. Nesta luta, para seguir os desígnios da moda, a mulher faz um dano não somente a sim mesma quanto a sua condição de mulher.
O ventre deve manter um tono muscular flexível que permita tanto a sua contração como o seu relaxamento. Um excesso de tensão ou de tonus muscular, assim como a flacidez poderá dificultar a obtenção do seu prazer sexual. Quando o abdômen está excessivamente contraído (como por excesso de exercícios abdominais , por exemplo).
A parte superior da pélvis é deslocada para trás impedido desta forma sua ampla capacidade de movimentos e concomitantemente uma contração nas costas. O fluir dos movimentos se torna se torna irregular e os ombros se sentem estressados e tensos,
Como exercício você poderá contrair o teu ventre prestando atenção as sensações internas que isto produz. Você poderá repetir este exercício até entrar num estado de transe que relaxará e sensibilizará o teu corpo inteiro.
Durante este exercício, você poderá desmascarando as tuas ansiedades sexuais, permitindo que você mesma encontre as soluções para que estas tensões não te roubem a sua felicidade.

Os passos a seguir no domínio do ventre são os dois seguintes passos:

Primeiro passo:

Exercício 1- Descubra a existência dos teus músculos abdominais.
O movimento de ondulação do ventre está controlado por dois músculos abdominais.
Os dois músculos abdominais importantes são o diafragma e os músculos pélvicos. Você deve manter uma boa comunicação com ambos grupos de músculos e para isso você terá que desenvolver seus sentidos para se comunicar com estes músculos com eficiência . Você deve conseguir que eles se sentam confortáveis quando você pede que se movimentem. Coloque uma música de ritmo suave e ondulante e tente realizar os seguintes exercícios .

Exercício 2- Ensinado ao seu abdômen a responder e aprendendo a se relaxar.
Este exercício, bastante simples, permitira que você tome consciência dois seus músculos. Fique de pé na postura adequada para dançar.Isto significa que os seus pés ficarão separados uma distância aproximadamente igual a largura dos seus ombros , os seus joelhos relaxados e sua caixa toráxica elevada . Você poderá se imaginar como se um fio estiver saindo do centro do seu peito e uma força invisível puxasse ele para cima , como querendo separa essa parte do resto do seu corpo.
Enquanto isso, você deixa as suas mãos num lugar onde possam se sentir relaxadas, no quadril, por exemplo. Então agora, você coloca a sua barriga para dentro tanto quanto seja possível . Você tem a sua barriga tão para dentro como você pode? Bem, agora, você tente colocá-la ainda um pouco mais para dentro, utilizando para isto inalações curtas e rápidas Agora, você agüenta tanto tempo como puder nesta postura de máxima contração . Quando você não possa agüentar mais, relaxe o seu estômago de forma tal que ele possa se projetar o mais para fora do seu corpo como possível. Para isto você coloca um pouco de força muscular.
Talvez, neste momento você perceba quanto de condicionamento social você tem que preconiza a idéia de um ventre plano. Você talvez poderá sentir um pouco de vergonha ao observar o seu ventre projetado exageradamente para fora .Não fique desanimada, tudo requer tempo e por enquanto desfrute do processo e não fique obsecada com a obtenção de resultados.

Exercício 3- Construindo uma relação de amizade com o seu diafragma.
Todos nós sabemos utilizar o diafragma de forma automática, já que cada respiração que fazemos está comandada pelo diafragma. Quando aprendemos a ondular o ventre fazemos do diafragma o nosso melhor amigo. Respire fundo e veja se consegue colocar a sua atenção neste músculo. O importante, neste exercício, é que você descubra onde está este músculo e como você pode exercer um controle sobre ele . Faça este exercício reiteradamente. Não esqueça de respirar com normalidade durante este exercício.

Exercício 4- Isolando a musculatura pélvica.
Contraia o seu diafragma enquanto você deixa a sua musculatura pélvica relaxada . Agora, inverta a tensão, relaxando o diafragma e contraindo a musculatura da pélvis . Se você tiver dificuldades com este último movimento, coloque a sua atenção na musculatura da vagina, sinta como você a contrai pouco a pouco ( como se você estiver tentando cortar a sua micção) e assim vai notar como a sua pélvis se eleva. Repita este exercício várias vêzes sem esquecer-se de respirar continuamente.

Exercício 5- Começar a ondular o seu ventre.
Os exercícios anteriores podem ter ajudado a localizar, conhecer e controlar os músculos adnominais. O intuito de este exercício é converter estes movimentos em um movimento de onda. O ondular do ventre seria uma conseqüência natural dos exercícios anteriores,por isso é importante que você consiga dominá-los com perfeição.
Contraia todos os músculos abdominais, pressione o diafragma e a continuação relaxe a sua pélvis e a seguir o diafragma. Então, volte a repetir a seqüência. Você se concentrará somente no seu ventre, e irá observá-lo como ele se movimenta com graça. Imagine que ondas do mar invadem o seu corpo. Escute a música lenta e sinuosa e deixe-se levar por ela.

Fonte de pesquisa: Odalisca Costumes.


O Quadril na dança do ventre e seu lado terapêutico!

A pelvis (quadril)

O quadril e em especial a pélvis é a base de todos os movimentos da dança do ventre e da dança árabe. Ela é que sustenta todo o seu corpo e pode ate se disser que ela é a base da sua vida. A sua pélvis deve estar livre de obrigações e repressões para poder movimentar se com liberdade e harmonias com o resto do seu corpo, também deve quando você está praticando a dança do ventre permanecer relaxada para ter a capacidade de deslocar se em todas as direções de girar e de pendular arredor do centro de gravidade do seu corpo.
Quando você obriga a sua pélvis a se manter rígida e estica, impedindo sua natural mobilidade, você está restringindo a sua mobilidade e, portanto a sua potencialidade e capacidade de sentir. Através da tua forma de caminhar você representa todos os preconceitos da sociedade, da tua família, preconceitos que se tem instalado em você na forma de bloqueios emocionais. Você poderá detectar estes bloqueios com pequenas zonas ou pontos endurecidos e dolorosos
Os movimentos da dança do ventre, da dança árabe e da dança oriental podem lhe ajudar a tomar consciência destas tensões corporais e procurar começar a fazer alguma coisa para melhorar. Esta melhora se dá inicialmente a nível físico, e depôs , quando mais liberada deles, você poderá tentar dissolvê-los em um nível psicológico.
O fato de tomar consciência destes bloqueios já é um passo importante!!!!
Na dança do ventre, na dança oriental e na dança árabe, o som do tambor (derbake ) pode ser considerado o condutor do movimento do quadril.

Vejamos alguns destes movimentos da sua pélvis:

Shimmy:
Shimmy é uma palavra que significa vibração. Quando o tambor soa com um ritmo penetrante e acelerado, você sente como se o chão se movimentar por debaixo dos teus pés e esta energia subisse pelas tuas pernas. Você isola os músculos da cintura para abaixo e você deixa que somente o frenesi do som do tambor ative esta parte do corpo, enquanto que o resto permanece imóvel e relaxado.

Círculo:
O círculo pode-se considerar um ponto que cresceu.
Ao desenhar um circulo com a sua pélvis você está transformando a energia telúrica (material) em uma energia mais sutil. Quando você movimenta a sua pélvis em forma de círculo você se encontra mais segura, mais protegida e mais integrada.

Quando você se sentir triste, tensa, você notará que sua face está trancada, seus ombros pesam e seus dentes estão apertados. Detenham-se alguns instantes e vai para um lugar onde possa estar sozinha. Uma vez ali, encontre o seu centro e balance a pélvis desenhando um cíirculo, pouco tempo após ,você se sentirá mais alinhada , tal vez um sorriso vai se apresentar no seu rosto, a sua respiração encontra o seu próprio ritmo, os seus músculos faciais se relaxam e os seus ombros descansam.
O círculo é a figura mais complexa de todas. Quando você desenha o círculo com a sua pélvis toda a gama de contrações da sua vagina passa a serem exercitada. Este treinamento da pélvis, é importante para depois realizar outras combinações mais complexas

Pra você desenhar o círculo, coloque-se na posição básica que já conhece.

Círculo Solar:
Você poderá desenhar um circulo ainda maior com a tua pélvis. Desloque sua pélvis para adiante, o mais que você consiga, enquanto você mantém o teu tronco relaxado e deslocado um pouco para trás. Desloca o quadril para esquerda

Figura do 8: Representação do Infinito
Desenhe com o seu quadril a figura que representa o infinito e desfrute em experimentar aquilo que você sente, que poderá ser um entrar e sair do espaço-tempo . Deixe que as imagens fluam na sua mente enquanto revelam para você o passado , o presente e o futuro.
Para Pitágoras, o numero 8 representava a harmonia . E essa harmonia que você poderá sentir quando você descreve o 8 com sua pélvis.
Agora, estenda os seus braços em forma de cruz com as palmas das mãos viradas a direita para acima (céu ) e a esquerda para abaixo (terra) enquanto você desenha o 8 , simbolizando assim o finito e o infinito deste mundo.
Você agora tem se convertido num canal que está entre o céu e a terra
Para realizar o movimento do 8 você deve utilizar por completo o volume do seu quadril imprimindo um força controlada a musculatura do quadril.Você deve manter o corpo da cintura para abaixo o mais dissociado possível da parte de cima e o mais frontal possível. Na sua imaginação, você considera como que neste movimento , a sua presença, preencha todo o espaço a sua volta. Você se sente firmemente conectada ao chão (terra) através dos pés. Você sente seus pés como que enraizados nela. Visualize a figura do infinito (8) que é desenhada no chão.
Ao principio, este movimento poderá lhe parecer um pouco complicado de executar. Ele requer elasticidade do seu quadril, força nos abdominais , períneo e músculos lombares . Por isso é melhor que, inicialmente, você intente fazer este movimento na sua imaginação e depois, aos poucos, vai transportando-o para o seu corpo .
Quando você consiguir, você encontrará que este movimento é agradável e divertido Alem do que, vai se beneficiar com as suas saudáveis qualidades de aliviar as tensões acumuladas neta área do sacro .
Especialmente nos dias de menstruação. Quando o quadril e a pélvis se movimentam nesta amplo leque de movimentos, você estará estimulando todas as regiões que estão relacionadas com a os rins, os intestinos, a vesicular biliar e os pulmões.
Seu quadril é a fonte inesgotável de sensações de criatividade . Atreva-se a explorá-la extrair dela o aroma que destila a flor do Desejo.

Fonte de pesquisa: Odalisca Costumes.