Recent Visitors

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

sábado, 20 de agosto de 2011

Flexibilidade e Lesões!!


A dança é a arte na qual o artista é a própria obra. Sendo assim, o corpo está dentro dessa expressão essencial para que a arte exista. Na dança contemporânea é exigida uma performance atlética e técnica muito elevadas, onde os bailarinos buscam total domínio do corpo e de seus movimentos. A atividade física conduzida ao extremo pode atuar como agente patológico do aparelho locomotor, e tentativa de superar limites corporais em curto período de tempo, lesões.
  Na dança , devido às constantes repetições de movimentos, impacto pé-chão, podem ocorrer as mais variadas lesões, chegando até, a uma degeneração articular. Cada encurtamento vai criar tensões à distancia, compensações em vários níveis, propiciando ainda mais o surgimento de lesões. 
Dançar requer flexibilidade, força muscular, equilíbrio e resistência. O aquecimento é indispensável para evitar e prevenir lesões e aumentar o bom desempenho do bailarino. Fazê-lo antes das atividades do ballet é sempre necessário. Cada bailarino deve ser capaz de identificar no seu corpo os pontos mais frágeis (vulneráveis) e que devem ser mais trabalhados. Isso se chama “consciência corporal” e nesse momento a prevenção às lesões serão enfatizadas. Como a sobrecarga muscular é intensa, é inevitável que algumas lesões surjam, e é importante identificá-las e tratá-las prontamente, com tratamento medicamentoso e/ou fisioterápico. As lesões mais comuns em nosso serviço são: tendinites, entorses, mialgias, contraturas e estiramentos musculares, metatarsalgias, resultantes sempre de “overuse” (o uso além dos limites). 



Fonte de pesquisa: Najla El Fareeda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário