Recent Visitors

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

sábado, 20 de agosto de 2011

Livros sobre Dança do Ventre!


Oi povo!!

Andei pesquisando livros de dança para postar aqui para vocês porém, existem poucas obras, algumas inclusive não encontrei a sinopse então só colocarei a foto, se alguém souber de algum livro e quiser enviar para que possamos postar por aqui será muito bem-vindo!!!
Fonte de pesquisa: Google - livros sobre dança do ventre.

Dança do Ventre - Ciência e Arte ( Patrícia Bencardini - Ed.Texto Novo)
Resenha: Este livro, com enfoque educacional, aborda de forma prática e de fácil assimilação uma das mais antigas manifestações de dança que se conhece. Com esse intuito, no lugar de textos que exploram o lado sensual do assunto, o leitor irá encontrar temas ligados à história e culturas antigas, bem como ciências da filosofia, geometria, anatomia, fisiologia e medicina, todos aplicados à dança do ventre.

Dança do Ventre: Da energia ao movimento (Kilma Farias - Ed.Universitária/UFPB)
Resenha: A dança é uma das mais antigas formas de comunicação entre o homem e o seu criador. Por esse motivo, muitas das danças tornaram-se sagradas, não pela dança em si, mas pelo que elas representam.
A que abordamos neste livro é a dança do ventre – arte religiosa egípcia – que está milenarmente ligada à canalização de energia cósmica e de caráter ritualístico, rica em simbologias que nos remetem a diversas tradições.
Eis aqui uma espécie de cartilha com 250 movimentos simples e combinados entre si que elaborei a partir de muito estudo e carinho para que possa ser útil a professoras, bailarinas, e iniciantes servindo de consulta para planejamento de aulas e coreografias.

Dança do Ventre a arte de ser mulher – ( Cáthia A. Cantusio – Ed.Komedi)
Resenha: No livro, a Autora conduz o leitor pelos caminhos da milenar 'Dança do Ventre', pois vai desvendando todos os componentes da arte, como os véus e seus mistérios, composições, significados e suas cores, indicando o seu uso. Também não se esquece dos trajes e seus simbolismo e, por fim, emocional delas, pois no universo tudo é cor e as cores são raios de luz, onde qualquer ser vivente é a própria luz. A dançaria deve cativar o público, mas, para que isso aconteça , a Autora alerta para o treino, conhecimento especial, carisma, graça e entendimento das frases musicas. Assim, com o completo domínio técnico, a dançarina, ao entrar em cena expande o seu campo emocional, envolvendo nele a platéia, que será rompido apenas ao terminar a performance.








Nenhum comentário:

Postar um comentário