Recent Visitors

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Interpretação das músicas na Dança do Ventre!


Mais um texto interessante, confiram!!

Hoje estava estudando algumas dançarinas no youtube e me lembrei de algo que as pessoas sempre reparam quando me veem dançar: a interpretação de partes da música. Parece algo meio bobo, dependendo da pessoa pode ficar até caricato, mas faz uma diferença visual muito grande ver uma dançarina expor o significado da música. É por essas que eu busco colocar traduções de músicas aqui, pois saber o que a música diz é que nos faz expressar com sentimento na nossa dança e na nossa expressão o que ela quer dizer.
Ok, mas nós não temos memória astronômica para lembrar das letras de todas as músicas que gostamos de dançar, mesmo para quem sabe alguma coisa de árabe - como eu, mas falo fusha, o clássico, e não o dialetal - não dá para entender toda a música quando ela está tocando. Acho que só para quem é fluente em algum dialeto -sírio-libanês ou egípcio, os mais comuns nas músicas - para saber exatamente a tradução de cada estrofe.
Além disso, acho estranho uma dançarina que canta do início ao fim a música com uma cara morta. Cante, mas com expressão! E também outra coisa que não gosto: não precisa interpretar todas as frases da canção: "O seu amor me apunhalou", por exemplo, nada de se esfaquear imaginariamente no meio do palco! Ou sair fazendo caras e bocas em cada trecho, acho que tem momentos mais intensos que podem ser explorados com interpretação, como o início de um refrão, ou quando o cantor faz uma voz bem dramática.
Então como solucionar isso: tenha em mente expressões em árabe que aparecem na grande maioria das músicas! E quando elas aparecerem, você sabendo seu significado, pode incrementar sua performance com um quê de interpretação. Quais são as expressões? Uma listinha básica:
Bhebak (birrébaqui) - "eu te amo"
Habibi (rrabibi) - "meu querido", "meu amado" - ninguém sabia!!heheh
Omri (omiri) - "minha vida"
Ahlan (arrlan) - "venha", "seja bem-vindo"
La (la) - "não"
Aiwa (aiuá) - "sim", "isso", "claro"
Yalla (ialá) - "vamos", "venha" (para animar o pessoal)
Eh (ê) - "o quê", "como assim?"
Leh (lê) - "por quê?"
Esma (ismá) - "ouça"
Oul (ul) - "fale"
Ayouni (aiuni) - "meus olhos" (quer dizer o mesmo que "habibi")
Showaya (chuaiê) - "toque" o derbake, o instrumento musical
Keda (quida) - "assim", "desse jeito"
Qalbi (albi) - "meu coração"
Taala (taala) - "venha", "se aproxime"
Raqs (raquis) - "dançar", "dançando"
Enta, Enti (enta, inti) - "você" (masculino e feminino)
Então, minha gente, acho que essas palavras que costumam aparecer uma ou outra na maioria das músicas são ótimas para jogar uma interpretação. Por exemplo, na música "Wahashtini", você não precisa saber exatamente o que quer dizer o resto da frase (desde que você tenha certeza que é algo bom, e nada trágico - confira a tradução antes, mas não precisa memorizá-la), se o cantor canta "taala" você pode com as mãos "chamar" o público.

Fonte de pesquisa: Dança do Ventre Brasil.



Um comentário:

  1. OI.
    Vc poderia transcrever e traduzir a música "Dala'a el helween"

    Obrigada
    Danielle

    ResponderExcluir