Recent Visitors

Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

FELIZ NATAL!!!!!!

FELIZ NATAL PARA TODO MUNDO!!!!!!!!!!!!!!!!!! AMOR, PAZ E SAÚDE!!!!!!!!!!!!!!!

quarta-feira, 28 de novembro de 2007


A mulher egípcia

A mulher egípcia, ao contrário de muitos países árabes, retirou o véu no início deste século. Obteve o direito de voto 4 anos depois da Revolução de 1952. Em 1964 obteve direitos iguais aos dos homens no que se refere ao trabalho.O Egito é um dos países árabes onde existe uma vanguarda da emancipação às restrições tradicionais com relação à posição da mulher na sociedade.Muitas aproveitam ao máximo a oportunidade de adquirir uma educação superior, chegando a ensinar em universidades egípcias e ocupar posições em gabinetes de Ministério ou como embaixadoras. Representam 1/3 dos universitários.Grande parte das egípcias sabem maravilhas da culinária árabe, sendo uma destas, condições principais para o casamento. Outro fator que as elegem para o casamento é o seu exotismo e a maneira como dançam. Os homens egípcios fazem loucuras por mulheres que dançam de forma bela.A lei islâmica permite que um homem tenha até 4 (quatro) esposas, desde que comprove que possa sustentá-las.

Fonte: site Khan El Khalili

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Passos básicos da Dança do ventre!!!!!!



Qual é o segredo do sucesso de uma prática de 5 mil anos com a dança do ventre ?
"Todas nós podemos nos sentir lindas dançando, não importa de somos altas e magras, baixas e gordinhas". Na coreografia, a rigidez do padrão de beleza é quebrada pela harmonia dos movimentos, pelo colorido das roupas e véus, pela riqueza dos ornamentos e acima de tudo pelo prazer da dança". A essencia dela é o próprio jogo sedutor da mulher que se sente mais atraente, segura e sexy.
Que tal entrar no clima das mil e uma noites e sair dançando no ritmo oriental.
Além de se divertir você vai desfrutar beneficios como a tonificação e alongamento dos musculos, principalmente o das coxas, glúteos e abdomen, bastantes exigidos nos movimentos circulares característicos da dança. Agilidade, coordenação motora e consciência corporal também são desenvolvidas pela prática que para complementar
é uma ótima exterminadora de gordurinhas.



Aqui estão alguns movimentos que você pode tentar fazer :

O Oito
1. Pés paralelos e braços para cima.
2. Inicie o movimento imaginando que os quadris
desenham um oito sem parar na horizontal.
Mantenha os joelhos flexionados.
3. Os joelhos funcionam como molas, impulsionando os quadris.
Conforme movimenta a bacia, tire os calcanhares do chão alternadamente.

O Camelo
1. De perfil, um pé um pouco a frente do outro, braços a frente
2. Transfira o peso do corpo para o pé da frente projetando a
bacia na mesma direção em um movimento sinuoso
3. Depois retorne o peso do corpo para trás.
Continue fazendo um movimento de vaivém.
O abdômen controla a volta das vertebras lombares.

Braços de Serpente
1. Os braços vão desenhar ondulações no espaço.
Levante o braço direito até a altura dos ombros
ao mesmo tempo que projeta as costela também para a direita,
como se fosse empurrar algo com o tronco.
2. Abra o outro braço lentamente,
fazendo um esforço de resistência com o que já está levantado,
provocando uma oposição de forças.

A dança dos quadris
1.Direcione a bacia para o lado direito e comece a mexer os braços livremente.
2.Em um jogo ágil, leve a bacia para várias direções.
3.Continue mexendo a bacia para a frente, para trás, para baixo, para cima,
vibrando sempre.
4. Os pés acompanham os quadris.
5. Permaneça mexendo os braços como se estivesse marcando o ritmo de percussão.

Passo Básico Egípcio
1.Posicione os braços formando um ângulo de 90 graus.
Coloque a perna direita a frente do corpo e eleve o quadril.
2. Mantenha a perna direita a frente e abaixe o quadril.
3. Eleve o quadril novamente para o mesmo lado.
4. Cruze a perna na frente do corpo como se desse um chute,
enquanto abaixa o quadril.
5. Repita o movimento e quando der o chute vire 90 graus
e comece de novo até completar o circulo.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Dança do ventre e suas formas!!!!!


Dança Tradicional
Dança solo sem uso de acessórios, onde a dançarina demonstra toda a sua criatividade e experiencia com os movimentos corporais.


Véu
A dançarina utiliza um véu, normalmente ao som de melodias mais suaves, o véu entra em harmonia com a dançarina em que os dois dançam juntamente tornando-os um só.


Véu Duplo
A dançarinha utiliza 2 véus para a dança, também é normalmente utilizada melodias lentas e suaves.


Saidi
Utiliza-se a bengala ou o bastão, a melodia é rítmica folclórica e muito alegre.


Khaleege
A dançarina usa uma bela bata, demonstrando toda a beleza dos seus cabelos e marcando os movimentos de seu corpo com a bata, a melodia também é folclorica.


Taças
Dança de origem egípcia, a dançarina dança ao som de musicas suaves com toques do oriente e egipcio. As taças são movimentadas com as mãos e pulsos.


Candelabro
Também é uma dança egipcia e a melodia é a mesma utilizada na dança com taças e o candelabro é equilibrado na cabeça.


Snuj
A dançarina utiliza os snujs nas mãos tocando-os no mesmo ritimo da música que geralmente é bem alegre, mas também pode ser utilizado em melodias mais suaves.


Duff
Instrumento também de percussão árabe. Dança-se com ele em uma das mãos, fazendo marcações em tempos musicais, bem parecido com aquelas danças típicas ciganas.


Solos de Derbake
A dançarina não utiliza acessórios. Ela dança ao ritimo de um belo solo de percussão árabe com muitos derbakes e afloreios.


Espada
Uma bela dança em que a dançarina deve equilibrar a espada em vários pontos do corpo e ao mesmo tempo fazendo rodopios e movimentos e partes do corpo.


Punhal
Dança em que a dançarina utiliza um punhal que pode ser ao som de melodias tanto lentas quando mais alegres. Geralmente o punhal localizado em partes especificas do corpo tem algum significado que é passado ao publico.


7 Véus
Dança em que se é utilizado 7 véus de cores diferentes, amarrados no corpo. A dançarina tira aos poucos os véus até que no final da música ela fique somente com a roupa tradicional. A muitas partes misticas nessa dança, como também em todas as outras aqui ditas.


Serpente
A dançarina fica acompanhada de uma linda serpente, em que esta fica no corpo da dançarina, dançando juntas. É utilizado melodias lentas e suaves lembrando o antigo egito.


Dabke
Dança folclorica em que a dançarina faz movimentos marcados com os pés, utilizando passos especiais, normalmente ela é acompanhada de um homem.


Turibulo
Uma dança em que a dançarina utiliza um turibulo para purificar um ambiente afastando as más energias. Melodias lentas e roupa tradicional.


Milaya Leff
Dança do suburbio do Cairo, folclorica também, com melodia especial e traje especial para a dança. O mais divertido é ouvir as dançarinas se comunicando em Árabe.


Baladi
Dança com caracteristicas da terra, dança com trajes tradicionais ou um traje especial do tipo árabe antigo.


Flores
Dança pouco utilizada, em que a dançarina dança com uma cesta de flores em que ela ofereçe para o público. Caso seje utilizada, normalmete é a primeira dança de um espetáculo ou apresentação, devido as boas vindas simbolicas ao entregar a flor.

Teoria de Reich!!!


Teoria de Reich


Wilhelm Reich, psicanalista, ampliou a “teoria da atividade” de Ferenczi, que afirmava que era possível identificar bloqueios e traumas emocionais através da análise da postura do corpo. Segundo essa teoria, traumas e bloqueios tiram o corpo do seu eixo natural provocando grandes desvios devido ao retesamento muscular, dessa forma, distúrbios mentais e emocionais poderiam ser facilmente eliminados trabalhando-se o corpo através da expressão corporal e exercícios de respiração. A teoria de Reich está intrinsecamente ligada à estrutura de movimentos da Dança do Ventre, por isso consegue-se grandes resultados terapêuticos através de sua prática.

Dois tipos de dança do ventre!!!!!******


Racks Baladi: Dança popular, passada de mãe para filha, cuja estrutura de passos é bem elementar.


Racks Sharki: Dança oriental, profissional, dança cheia de técnica e de movimentos refinados.

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Isis e Osiris!!!!



A LENDA DE ISIS E OSIRIS


Conta a lenda que Seth com inveja de Osiris, por este ter herdado o reino do pai na terra, engendrou um plano para matá-lo e assim usurpar o poder. Quando Osiris dormia, Seth tirou suas medidas e ajudado por 72 conspiradores, mandou construir um esquife com as medidas exatas de Osiris. Organizou um banquete e lançou um desafio, aquele que coubesse no esquife o ganharia de presente. Todos os deuses entraram e não se ajustaram.Assim que Osiris entrou no esquife, Seth o trancou e mandou jogá-lo no rio, a correnteza o levou até a Fenícia. Ali ficou preso em uma planta até fazer parte do caule, que foi usado para construir uma coluna o "Djed".Isis partiu em busca do esposo, e após muitas aventuras, conseguiu regressar ao Egito com a caixa, que escondeu em uma plantação de papiro. Seth a descobriu e cortou o corpo de Osiris em quatorze pedaços, que espalhou pelo Egito. Novamente Isis parte em busca dos despojos do esposo e dessa vez ajudada pela irmã Néftis, transformadas em milhafres (espécie de ave de rapina, semelhante ao abutre), encontram todas as partes de Osiris, exceto o órgão genital, que havia sido devorada por um peixe o Oxirincos.
Isis foi ajudada por Anubis que embalsamou Osiris, e este tornou-se a primeira múmia do Egito. Utilizando seus poderes mágicos, Isis, conseguiu que Osiris a fecundasse e dessa união nasceu Horus.Seth iniciou uma luta pelo poder que envolveu todos os deuses. Por fim o próprio Osiris a partir do outro mundo, ameaçou mandar levantar todos os mortos se não fosse feita a justiça.Rá e um tribunal de deuses estabeleceram que a sucessão fosse hereditária, e assim, Hórus pôde reinar.Dessa maneira o Faraó em vida convertia-se em Hórus e ao morrer identificava-se com Osiris, o soberano do Além, considerando-se igual ao deus.

Deuses Egípcios!!!!


Considerados como divindades supremas dentro do limite de determinada região, alguns deuses adquiriram prestígios nacional com a evolução política e o predomínio de sua cidade sobre todo país. Vamos falar sobre alguns deuses mais conhecidos.


Amon - deus de Tebas, conseguiu prestígio nacional, sendo identificado com Rê, o Sol, passando a denominar-se Ámon- Rê. Era representado sob a forma humana.


Anúbis - deus de Cinópolis, dos embalsamadores e da mumificação, representado como homem com a cabeça de chacal.


Atum - deus de Heliópolis, criador dos deuses, do homem e da ordem divina.


Hórus - deus falcão, filho de Osíris e Isis, deus do céu e dos faraós.


Isis - guardiã, deusa da mágica. É a mais famosa de todas as deusas egípcias, representada como uma mulher tendo na cabeça o hieróglifo de seu nome, e um abutre, simbolizando a sua maternidade.


Osíris - o mais popular deus do Egito Antiga, deus da fecundidade, soberano do mundo dos mortos, representado como homem com a cabeça coberta por uma tiara.Ptah - deus de Mênfis, considerado o pai de todos os deuses, criador do mundo.Seth - deus da desordem dos desertos, das tempestades e da guerra.


Tot - deus da escrita, sabedoria, da lua e da contagem, representado em forma humana com a cabeça de íbis.Os deuses cósmicos - ele não tinham nenhum poder ligado a uma determinada região, não sendo então em sua maioria objeto de culto. Exemplo: Num- o oceano, que cercava o mundo, a água primordial, origem de todas as coisas.Os deuses estrangeiros - alguns dos deuses estrangeiros recebiam culto popular e as vezes até mesmo oficial. Exemplos: Astarte- deusa semífica do amor e da guerra.


Baal- deus fenício da tempestade e dos combates.


Os gênios - os egípcios acreditavam na existência de uma infinidade de gênios que influenciavam na vida cotidiano muito mais do que os grandes deuses. Exemplos: gênio da fertilidade, do solo, gênio da inundação.


Homens divinizados - os faraós apareciam em primeiro lugar como homens divinizados, considerados deuses já em vida, recebiam após a morte, um culto especial em seu templo funerário.

domingo, 28 de outubro de 2007

Postura de uma dançarina!


“In” e “Out” na dança do ventre


A dança do ventre compreende um universo infindável de informações envolvendo aprendizado, estilos, costumes... Isso sem falar nos detalhes importantes que devem ser observados,que fazem parte da imagem da bailarina: roupas, acessórios, maquiagem etc.

Vamos ver alguns destes itens segundo especialistas: Para uma bela maquiagem, o ideal é ter uma pele limpa , bem cuidada, com aparência viçosa, hidratada e maquiada sem exageros, aplicando a quantidade certa, procurando harmonia ,com traços delicados que apenas valorize seu rosto sem torná-lo carregado, é preferível não usar delineador do que fazer um traço grosseiro.“In” segundo a mestra Samira Samia, é aproveitar a transformação mental, física e emocional que a dança proporciona.

Já “Out” é a falta ética. Uma dançarina deve ter humildade, e não sofrer de “lantejoulite aguda”, segundo o percussionista Mauricio Mouzayek, ou seja, não deixar o sucesso subir à cabeça! Entre os árabes há o tradicional costume depresentear as bailarinas com dinheiro durante a dança comoforma de demonstrar que o trabalho dela está agradando, masse trata de um ato de muito respeito e sem qualquer malícia, mas é considerado muito desagradável quando uma bailarina,percebendo que determinada pessoa está disposta apresenteá-la, se posta ao lado da mesa onde tal pessoa estásentada por um tempo interminável, agindo assim de forma grosseira.

“In” segundo Robby Moutinho, estilista, é a profissional ser original, ter bom gosto, escolher trajes que combinem com sua personalidade, escolhendo roupas adequadas a seu corpo,cuidando para não causar uma poluição visual, lembre-se: bailarina não é árvore de natal!É isso aí! Como em tudo na vida, existem pequenas regras, que seguidas, seu êxito será infalível.

Dance! Reverencie a vida!

( fonte: jornal oriente encanto e magia)

sábado, 27 de outubro de 2007

Orações a Deuses do Egito!!!!!!!


ORAÇÕES A DEUSES DO EGITO


Uma antiga oração para Hórus: "Por ele o mundo é julgado naquilo que contém. O céu e a Terra encontram-se sob sua presença imediata. Governa todos os seres humanos. O Sol dá volta segundo sua vontade. Produz abundância e a distribui pela Terra. Todos adoram sua beleza. Doce é seu amor em nós”.

Oração para Rá:“Senhor dos tronos da Terra... Senhor da verdade, Pai dos deuses, Criador do Homem, Criador dos animais. Senhor da existência, Iluminador da Terra, que navega tranqüilamente nos céus... Todos os corações se abrandam ao contemplá-lo, Soberano da vida, da saúde e da força! Adoramos teu espírito, o único que nos criou.”

Uma oração de amor ao Sol (Rá)"Vou respirar o doce hálito da tua boca. A cada dia, vou contemplar a tua beleza... Dá - me tuas mãos, carregadas de teu espírito, a fim de que eu te receba e viva por ele. Chama o meu nome do decorrer da eternidade: ele jamais faltará ao teu apelo."Este hino foi encontrado no sarcófago de Amenófis IV (Akhenaton)

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Olho de Hórus


OLHO DE HÓRUS


Olho de Hórus (originalmente, O Olho de Rá) é um símbolo, proveniente do Egito Antigo, que significa proteção e poder, relacionado à divindade Hórus ou Rá. Trata-se de um dos amuletos mais usados no Egito em todas as épocas.Segundo a lenda de Osíris, na sua vingança, Seth arrancou o olho esquerdo de Hórus que foi substituído por este amuleto. Depois da sua recuperação, Horus pode organizar novos combates que o levaram à vitória decisiva sobre Seth. O Olho de Hórus simbolizava poder real. Os antigos acreditavam que este símbolo de indestrutibilidade poderia auxiliar no renascimento, em virtude de suas crenças sobre a alma. Este símbolo aparece no reverso do Grande selo dos Estados Unidos da América.O Olho Direito de Hórus representa a informação concreta, factual, controlada pelo hemisfério cerebral esquerdo. Ele lida com as palavras, letras, e os números, e com coisas que são descritíveis em termos de frases ou pensamentos completos. Ele aborda o universo de um modo masculino.
O Olho Esquerdo de Hórus representa a informação estética abstrata, controlada pelo hemisfério direito do cérebro. Lida com pensamentos e sentimentos esotéricos e é responsável pela intuição. Ele aborda o universo de um modo feminino. Nós usamos o Olho Esquerdo, de orientação feminina, o lado direto do cérebro, para os sentimentos e a intuição. Hoje em dia, o Olho de Horus adquiriu também outro significado e é usado para evitar o mal e espantar inveja (mau-olhado), mas continua com a idéia de trazer vigor e saúde.

domingo, 14 de outubro de 2007

Elemento Terra!



O ELEMENTO TERRA
O elemento Terra é a nossa força de sustentação, de equilíbrio e de realidade. A ligação que o ser humano tem com a Terra é muita intensa, até mesmo na formação de seu corpo físico que é composto, como a Terra, de água, ferro, iodo, cálcio, sódio etc.Gnomos e duendes são os elementais que simbolizam o elemento terra. Eles têm a capacidade de captar e absorver a energia do Sol e distribuí-la para todos os seres do Planeta.
DESEQUILÍBRIO DO ELEMENTO TERRA falta: pode levar a pessoa a se sentir desligada do mundo, perder o senso da realidade, sentir-se como se não tivesse nenhum lugar para ficar, sentir falta de contato com o corpo físico. Essa sensação de estar deslocada leva a alguma experiência como transcender os limites da matéria - dedicando-se à vida espiritual. Muitas vezes, faz ignorar os requisitos da sobrevivência do mundo material e a experiência do trabalho duro.O excesso: causa estreita visão e mudanças vocacionais. O trabalho e o dinheiro dominam a vida da pessoa.
EXERCÍCIOS PARA EQUILIBRAR O ELEMENTO TERRA: coreografia com música de batuques e sons primais e, em sequência, sons melodiosos; cestas e peneiras com frutos e flores encenam e saúdam o elemento terra; andar na terra, massagear os pés. O elemento terra em equilíbrio reforça o nosso senso de realidade e nos proporciona vitalidade e equilíbrio.

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Dança dos Sete Véus!!!


A dança dos sete véus é um dos mais famosos, belos e misteriosos ritos primitivos. Embora muita gente acredite que se trata da mais antiga versão do strip-tease, a dança não tinha um caráter exclusivamente erótico. Não era praticada em ritos de fecundação, mas pelas sacerdotisas dentro dos templos da Deusa Egípcia Ísis. . A sacerdotisa oferecia a dança para a Deusa Isis, que dentro dela existe, e lhe da beleza e força.
Essa dança era realizada em homenagem aos mortos. As sacerdotisas, em seus templos, retiravam não só os véus, mas todos os adereços sobre o seu corpo, para simbolizar a sua entrada ao mundo dos mortos sem apego a bens materiais.
A Dança dos Sete Véus pode ser realizada, também, em homenagem à Deusa Babilônica Ishtar ou Astarte, deusa do amor e da fertilidade. Segundo os babilônios, Tamuz, seu amado teria perdido a vida e levado para o reino de Hades, o submundo, e Ishtar, por amor, resolveu ir também para o reino de Hades. Determinada, Ishtar atravessou os sete portais do submundo, e em cada portal deixou um de seus pertences: um véu ou uma jóia (cada um deles representando um de seus sete atributos: beleza, amor, saúde, fertilidade, poder, magia e o domínio sobre as estações do ano). O véu representaria o o que ocultamos dos outros e de nós mesmos. Ao deixar os véus Ishtar revela sua verdade e consegue unir-se a Tamuz.
Mais tarde passou a simbolizar as sete cores do arco-íris, os sete planetas conhecidos na época (que estão representados na dança como possuidores de qualidades e defeitos que influenciam o temperamento das pessoas) e os sete chacras (pontos energéticos do corpo humano). Com isso, a dança passou a ser realizada por bailarinas, que limitavam-se a retirar os véus. A retirada e o cair de cada véu , significam o abrir dos olhos, o cair da venda, que desperta a consciência da mulher. E a evolução espiritual .
Existe também um outra versão que diz que a Dança dos Sete Véus trata-se de um dança hollywoodiana (Salomé) que foi unida a dança do ventre ganhando fama e se propagando com ela. Entretanto, cabe ressaltar que, falando-se de dança do ventre, não existe verdade e nem tampouco mentira absoluta.

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Dance e esqueça estes mitos!!!!!!


Mitos e Verdades


1. NÃO TENHO MAIS IDADE PARA DANÇAR! - É uma dança para todas as idades e todos os tipos físicos. Engana-se quem idealiza que para se dançar, é preciso ser nova e esbelta. Em alguns países árabes as mulheres mais "cheinhas" e mais velhas são consideradas as melhores bailarinas, por já possuírem bastante experiência de vida e poder transmiti-la na dança. Possuem mais capacidade de realizar uma "Interpretação Musical";
2. BELEZA - Na dança do ventre não existe mulher feia. As roupas, os movimentos, as maquiagens exóticas e o que você passa ao público enquanto dança, deixam-na mais bonita, sensual, atraente...;
3. ACREDITE EM VOCÊ - Se tem dificuldades em realizar um passo, é só uma questão de tempo que você vai conseguir. A assimilação dos movimentos varia muito de mulher para mulher;
4. CONFIE EM SUA PROFESSORA - Conte a ela o que está mudando em seu corpo e na sua vida depois que começou a dança. As professoras do Luxor estão treinadas para cuidar da sua pessoa e do seu bem estar;
5. EU NÃO DANÇO BEM! - Dançar bem está ao alcance de todas. Exige treinos constantes; estudar ritmos; ouvir muita música; entregar-se totalmente à dança. Converse com o público através de seu corpo. Procure interpretar a melodia com movimentos adequados, principalmente expressões faciais. Leve alegria, graça, sensualidade e respeito as suas apresentações;
6. TOTAL INTERAÇÃO - É uma dança que exige espiritualidade, inspiração, concentração e interação da bailarina com ela mesma, com os músicos, com a música, com os movimentos, com o ambiente e com o público. Faz você esquecer de qualquer coisa ruim que lhe aconteceu;
7. A DANÇA É UMA ARTE - É considerada uma arte porque veio da Arte Religiosa Egípcia, é a expressão mais profunda da compreensão que os egípcios tinham do mundo. Essa dança é uma representação do conhecimento feminino do mundo;
8. É CONSIDERADA UM EXERCÍCIO COMPLETO - Considerada completa porque trabalha todos os grupos musculares do corpo. Isso só se sua professora estiver sempre trabalhando os movimentos da dança, combinados com exercícios de força, resistência muscular, sustentação, leveza e equilíbrio;
9. AJUDA A EMAGRECER - Faz você perder por volta de 300 calorias por hora, porque é um exercício aeróbico, utiliza-se muito oxigênio para a queima de gordura. O resultado só acontece caso você dance uma hora sem parar pelo menos 3 vezes na semana - como qualquer outro exercício aeróbico;
10. DEFINE SEU CORPO - Além de ajudar a emagrecer, define seu corpo, afina sua cintura. Às vezes temos a impressão de que os quadris aumentaram, isso acontece em virtude da cintura afinar. Para quem já é magra não há preocupação: a dança irá apenas definir melhor o seu corpo e fazer você nascer de novo;
11. ENRIJECE O BUMBUM - E também as coxas e a musculatura abdominal;
12. NÃO DÁ BARRIGA - Este é o mito mais comum, muitas mulheres deixam de praticar a dança por este motivo que é uma grande mentira! O mito existe porque nos países de sua procedência, culturalmente, as mais gordinhas são mais apreciadas na dança. Pelo contrário, a dança enrijece os músculos abdominais, trabalha a força e a elasticidade dos músculos abdominais, usando as ondulações dos quadris que adquirem um formato levemente arredondado - como o de um violão, bem feminino;
13. COLUNA - Como o corpo não está acostumado com determinados movimentos, é normal, mesmo para quem não tem problema na coluna, sentir um pouco de dor nas costas. Caso estas dores perdurem você deve procurar um médico e deve também avisar a professora. Ela vai tomar cuidado ao lhe passar determinados movimentos. Na dança existem inúmeros movimentos belíssimos e permitidos para quem tem algum problema na coluna e você poderá dançar confortavelmente;
14. ELEVA A AUTO-ESTIMA - Promove o autoconhecimento e o despertar da mulher interior - sua Deusa Interior - você passa a sentir-se bem com você mesma e percebe o quanto é atraente, madura e tranqüila. Descongestiona os chakras e plexos através da canalização da energia vital;
15. SEXO - Descontrai e liberta um erotismo saudável, sem vulgaridade e sem culpas.Como lidar como a sensualidade na Dança do VentreA dança do ventre é proveniente de um ritual sagrado e está ligada aos ritos de fertilização. Era realizado nos templos sagrados em homenagem a Ísis, Deusa da Magia e dos Mistérios, onde as sacerdotisas, devido a sua natureza feminina e receptiva, eram responsáveis pela abertura de um canal para o plano espiritual interior. Assim a energia feminina começava a se manifestar.
A proposta é passar a você uma nova postura de consciência de vida através desta dança. Tornar-se mais feliz quando, em vez de irmos levando nossas vidas, termos a sabedoria de dançá-la. Como na prática desta dança, caso erremos no percurso de nossas vidas, podemos treinar mais e "dançar" novamente.
Você que pratica a dança, já teve a oportunidade de entrar em contato com alguns benefícios que ela propõe, inclusive no aumento de sua sensibilidade, no que diz respeito à sua sensualidade. A maioria das mulheres que começa a fazer dança do ventre vem buscar essa sensualidade, às vezes até exagerada.
Aconselhamos que não busquem somente isso, pois irá colher apenas as migalhas que a dança oferece, e esta sensualidade tornar-se-á vulgar no dia-a-dia.
Para lhe ajudar, estabelecemos algumas definições para sua reflexão:* A Dança do Ventre coloca a mulher em contato com as energias cósmicas;* É uma maneira da mulher moderna não sentir solidão;* É uma das raras atividades humanas em que a mulher se sente totalmente engajada: corpo, espírito e coração;* Dançar com o ventre é estabelecer uma relação ativa entre a mulher, a natureza e sua força criadora;* Quando o ventre se mexe, se estabelece a comunicação do êxtase;* É o entusiasmo da vida;* É sentir a presença de Deus.
É claro que não podemos negar e nem esconder a sensualidade aflorada pela dança, mas ela deve andar paralelamente com outros benefícios para lhe deixar uma mulher mais feliz e completa, assim como a despertar a sua grande Deusa. Aquela que sabe compreender a verdadeira dança sagrada, como se realizava nos grandes Templos Sagrados, conhece o caminho que liberta da ilusão individualista, pois a dança é a sua própria natureza, é o descobrimento de todo o seu SER.

Danças Folclóricas!


Danças folclóricas


Candelabro (shamadan): Elemento original egípcio, o candelabro era utilizado no cortejo de casamento, para iluminar a passagem dos noivos e dos convidados. Dança-se, atualmente, como uma representação deste rito social, utilizando o ritmo zaffa.


Taças: Variação ocidental da dança com candelabro.


Khaligi: Dança genérica dos países do golfo pérsico. É caracterizada pelo uso de uma bata longa e fluida e por intenso uso dos cabelos. Caracteriza-se por uma atmosfera de união familiar, ou simplesmente fraterna entre as mulheres presentes. Dança-se com ritmos do golfo, principalmente o soudi.


Jarro: Representa o trajeto das mulheres em busca da água. Marcada também pelo equilíbrio.


Säidi: Dança do sul do Egito, podendo ser dançada com o bastão (no ocidente, bengala).


Hagallah: Originária de Marsa Matruh, na fronteira com o deserto líbio.


Meleah laff: representação do cotidiano portuário egípcio de Alexandria. As mulheres trajam um pano (meleah) enrolado (laff) no corpo.


As danças folclóricas normalmente retratam os costumes ou rituais de certa região de e por isso são utilizadas roupas diferentes das de dança do ventre clássica.


A dança com a cobra é considerada ato circense - a cobra era considerada sagrada no Antigo Egito e por isso algumas bailarinas fazem alusão em suas performances - mas não é considerada representativa da dança.

Dicionário Árabe!!!!! Muito interessante!!!!



Cedido gentilmente pelo Libanês Tuffic Nabak de Juiz de Fora
(fonte :
www.carllasilveira.com.br)
Olá - Marhaba
Bom Dia - Sabahel-khair
Boa Noite - Massal-khair
Nome - Essem
Qual o seu nome? (falando a um homem)- Chú essemac
Qual o seu nome? (falando a uma mulher) - chú essemic
Meu nome é - Essemi
Muito Prazer - Techarrafna
Como vai? - Kif
Como vai você? (falando a um homem) -Kifac
Como vai você? (falando a uma mulher)-Kific
Eu estou bem.(homem respondendo)- Ana mabssút
Eu estou bem. (mulher respondendo) - Ana mabssúta
Graças a Deus - Nechkor allah
Se Deus quiser - Iza allah rád
Faz Favor (falando a um homem) - Aamel maaruf
Faz favor (falando a uma mulher) - Aameli maaruf
Obrigada ou Obrigado - Chukran
De nada (falando com homem) - Tekram
De nada 9falando com mulher) - Tekrami
Seja bem vindo - Ahla u sahla
Até logo ou tchau (despendindo-se de homem)- Bekhátterac
Até logo ou tchau (despedindo-se de mulher) - Bekhátteric

Dança do Ventre!!!!


" A Dança do Ventre tem suas raizes nas antigas danças pélvicas femininas e, como todos os atos quotidiano dos povos primitivos, exprimiam sua religiosidade assim como também acontecia com as danças das mulheres. Segundo as pesquisas, as danças pélvicas sempre estiveram presentes em todas as civilizações antigas, não sendo possível atribuir a elas uma data ou região específicas.De algum modo, nós que a praticamos podemos constatar essa veracidade pois, as lembranças vão surgindo de cada parte de nosso corpo.Os movimentos desta dança tocam lugares adormecidos, podendo ativar novas células e impulsionando-nos a lugares dentro de nós, mais sutis.
Quando executamos seus movimentos suaves e circulares estamos repetindo o movimento circular do universo, entramos em harmonia com os ciclos terrestres e também lunares. Ao executarmos os tremidos nossa respiração e batimentos cardíacos alcançam uma rítmica acelerada e dentro desse êxtase, nossos músculos conseguem ainda estremecer. Integramos e interagimos com a energia pulsante e vital do planeta, onde no ápice de uma ordem amorosa os frutos brotam, as estações mudam e de nosso útero novos seres nascem.
Quando dançamos podemos lembrar às pessoas como tudo que nasce deve morrer e renascer novamente. É através do corpo feminino que esta energia vital e transformadora pode ser mais facilmente canalizada e transmitida. É uma dança que traduz em seus movimentos essa força geradora e mantenedora. É disso que esta dança trata! É uma dança que nos remete a vida, ao êxtase e a morte. A Dança do Ventre traz consigo o potencial sagrado da sexualidade humana e a promessa de recuperar sua mais saudável expressão.O sexo assim como a dança permite a união de todos os corpos, além do físico.Como uma reação alquímica o êxtase sexual assemelha-se ao êxtase da bailarina e através dessa expressão única podemos na Dança do Ventre exprimir a vida, assim como o sexo possibilita, para nós humanos, a expressão máxima do amor. Esta dança em seu esplendor pode mudar o conceito de muitas coisas dentre elas, o do sexo.
Muitas mulheres se sentem constrangidas em buscar uma dança que tenha uma caráter sexual, isto porque crescemos com uma mentalidade errada a respeito do sexo, alimentada por uma sociedade preconceituosa, puritanista, e ao mesmo tempo profanadora. O sexo, assim como a Dança do Ventre, tem sido expressado numa energia vibratória muito baixa. Ambos assemelham-se na luz e na escuridão. A Dança do Ventre vem de todos os povos, para todos os povos, e todos eles nos primórdios exprimiram em seu caráter essencial a relação da vida-morte-vida, do sexo e dos ciclos naturais do planeta.
Temos alguns relatos que na Grécia uma forma mais antiga de dança se caracterizava essencialmente pela rotação das ancas e do abdômen. Se formos vasculhar veremos que em outras culturas como africana, indiana e celta os movimentos primitivos de danças assemelham-se com a chamada Dança do Ventre de hoje. No entanto, dentre as regiões onde este tipo de dança se perpetuou, até nossos dias, vem em primeiro lugar o mundo árabe. Por ser um dos povos mais antigos, seu folclore foi-se ajustando e assim foi-se espalhando, mas também perdendo sua essência e significado primordial. Mesmos assim, se formos capazes de trocar o julgamento pela reverência, poderemos nos conectar com seu caráter transformador e gerador de Vida."
Texto de Dunia la Luna

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Vamos falar em auto-estima!!!!!!!!


O espelho e Deus Alguém muito desanimado entrou na igreja e falou com Deus: "Senhor, aqui estou porque nas igrejas não há espelhos.

Nunca me senti satisfeito com a minha aparência".

Subitamente uma folha de papel caiu aos pés dele, vinda do alto do templo.

Atônito ele a apanhou e viu a seguinte mensagem: "A feiúra é invenção dos homens e não minha.

Não importa se os braços são longos ou curtos, sua função é o desempenho do trabalho honesto.Não importa se as mãos são delicadas ou grosseiras, sua função é dar e receber o bem. Não importa a aparência dos pés, sua função é tomar o rumo do amor e humildade. Não importa se a cabeça tem ou não cabelo, mas sim os pensamentos que passam por elas. Não importa a cor dos olhos, o que importa é que eles vejam o valor da vida. Não importa se a boca é graciosa ou sem atrativos, o que importa são as palavras que saem dela".

Adorei esta mensagem,

beijos, Diani.

sábado, 7 de julho de 2007

Ninguém.....


Ninguém é tão perfeito que não precise de alguém para auxiliá-lo a progredir.

Ninguém é tão imperfeito que não possa ajudar alguém a progredir.

Transforme o seu trabalho diário, sem vacilações, no instrumento da perfeição que busca. Principalmente, faça dele um meio para ajudar os outros.

Quanto mais você trabalha pelos outros, mais está agindo para o seu próprio bem.

Acostume-se a ter fé e amor.

Sentindo em você um aliado, no auxílio aos outros, Deus multiplicar-lhe-á as bênçãos e você não apenas crescerá, mas, sobretudo, será feliz, muito feliz.

Delete e Arquive!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Dentro de você, existem duas teclas poderosas:Delete e Arquive...

Use-as com sabedoria !!!

***Delete: tudo aquilo que não valeu à pena, quem mentiu, quem enganou seu coração,quem teve inveja, quem tentou destruir você, quem usou máscaras, quem te magoou,quem nunca chegou a saber exatamente quem você é...

***Arquive: as pessoas reais, ainda que virtuais, que cederam carinho, tempo, palavras,conselhos, a mão, o coração. Pessoas que, de um jeito ou de outro, ajudaram você a ser um pouco melhor, que te fizeram crescer em sabedoria e sentimentos, que te deram amor de verdade!

Oração em italiano.


IO TI Amo.....

Ti amo perché mi dai senza aspettare nulla da me.

Io Ti amo perché mi sorridi senza chiedermi alcuna ricompensa.

Io Ti amo perché fai esplodere di gioia il mio profondo e il mio intimo.

Io Ti amo perché vivi per me senza agitazione.

Io Ti amo perché mi guardi senza condannarmi.

Io Ti amo perché sei forte e gentile con me, ma senza interesse alcuno, che non sia il bene dell'anima mia.

Io Ti amo perché sei vivo, autentico, perché congiungi la Tua vita alla mia.

Io Ti amo perché sei l'Unico che mi sappia amare.

Que linda oração e a língua italiana é demais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

enviar recado
cancelar

Poema de um amigo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Permita-se

Permita que a vida lhe tragaAo menos um momento

E esse, eternize no tempo!Jamais perdido na lembrança

Deseje que seus sonhos

Concretizem na busca

Motivem sua ânsia em conseguir

Revigore o espírito do ser

Viva imaginando o mundoPensar!

Ainda há futuro

Vivendo intensamente o presente

Encontre-se no tempoSorria ao encanto!

Sempre, permitia-se a vida.Vilson Lindquist (07/07/2007)

Lindo poema de uma amigo.

Agito no Blogger!!!!!!

Vamos agitar o meu blogger!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Enviem mensagens!!!!!!!!!!!!!!!!!!